A arte de rua com fitas adesivas de Max Zorne

zorn_web15 zorn_web14

É muito interessante o processo criativo do artista de rua baseado em Amsterdam Max Zorne. Ele usa fitas adesivas marrons para cavar incríveis desenhos  que transparecem quando estão sobre a luz. Acho muito fácil você dar play no vídeo a seguir e entender com seus próprios olhos como ele faz esses retratos em sépia com uma textura tão natural.

Continuar lendo

Os mini-planetas no mochilão do fotógrafo Felipe Garchet pela Europa

corniglia louvre

O brasileiro Felipe Garchet começou a se interessar por fotografia durante o ensino médio, uma aptidão confirmada durante a faculdade de Publicidade e Propaganda que cursou na Universidade Santa Cecília em Santos, São Paulo. Ainda no terceiro ano ele começou a trampar como diretor de arte numa agência, entretanto foi só depois de ralar dois anos na Austrália que ele comprou sua primeira câmera e ensinou a si mesmo como usá-la através de um método autodidata: tentativa e erro.

Foi um tempo depois, em um mochilão pela Europa, que ele criou essas fotografias panorâmicas em 360º semelhantes a outras encantadoras coleções no estilo little planets que encontramos por ai. O projeto “Through the Planet” passou por Itália, França, Inglaterra e Holanda. Foi um processo de experimentação em que ele  estudava o método criativo durante o dia e saía aplicar suas idéias durante a noite, ou vice-versa. O resultado é essa intrigante e divertida série de mini-planetas que parecem capturar a identidade dos lugares por que passou, conciliando atmosfera e arquitetura. Viaje.

Continuar lendo

Pinball vira ferramenta de desenho nas mãos do holandês Sam von Doorn

Autêntico, não existe adjetivo melhor para definir o trabalho de conclusão de curso (TCC, para os íntimos) do designer holandês Sam van Doorn. Ele desconstruiu uma máquina de Pinball apenas para reconstruí-la em forma de  ferramenta de desenho. Esse então novo objeto utiliza os dois usuais flippers de comando para rolar uma bola coberta de tinta pela superfície do jogo. Um pôster contendo uma grade pré-desenhada é posicionado dentro da machine, uma vez iniciado o processo o resultado são essas interessantes ilustrações (?) completamente imprevisíveis que demonstram a interação entre o usuário e a máquina. A grande recompensa é que quanto melhor jogador você é, um melhor  poster você cria. Win-Win.

Continuar lendo

Gerco de Ruijter faz fotografias aéreas na Islândia usando pipas

O holandês Gerco de Ruijter estudou pintura e começou a fazer essas paisagens aéreas como parte de um projeto em artes plásticas, mas logo ele assentou na fotografia uma plataforma mais intrigante para seu trabalho. Ele usa pipas e longas varas de pescar para criar composições impressionantes em perspectivas inusitadas que parecem pinturas. Suas melhores imagens – que já visitaram Islândia, Estados Unidos, Dubai e Holanda – encontram uma linha tênue muito interessante entre o reconhecível e o abstrato. Demais, né? A seguir algumas fotos feitas na Islândia e um vídeo sobre as pipas usadas no seu processo criativo. Continuar lendo