A fotografia humanizada de Christophe Negrel no Senegal

negrel_web16negrel_web7

Não é todo dia que a gente se depara com fotografias de viagem como as do fotógrafo francês Christophe Negrel no Senegal. Com um olhar focado na humanidade, subjetividade e personalidade dos sujeitos fotografados, ele consegue intrigar o espectador ao mostrar uma sociedade dúbia: às vezes suave, às vezes áspera, às vezes amável, às vezes violenta. São altos e baixos que todos nós entendemos e nos relacionamos. Para ver outros bons trabalhos dele visite seu portfólio online.

Continuar lendo

Foto-manipulação no céu de metrópoles

Thierry Cohen 7Thierry Cohen 6

Foto-manipulação é uma técnica fotográfica delicada: ao alterar uma fotografia pode-se perder um argumento extremamente importante, a verdade. Ainda assim o trabalho do francês Thierry Cohen tem ganhado notoriedade conforme tem aparecido em diversas publicações francesas. No projeto “Villes Éteintes” (Cidades Extintas, em tradução pragmática) ele viajou o mundo com o objetivo de suprimir as luzes elétricas e recuperar o céu estrelado de grandes metrópoles, atualmente coberto pela poluição.

Para isso ele combinou fotografias de algumas das cidades mais populosas do mundo com fotografias de desertos exatamente na mesma latitude, Atacama, Saara e Mojave. O resultado são as fotografias a seguir, veja mais lá no portfolio online dele.

Continuar lendo

O delicioso livro do designer francês Aude Debout

Aude Debout - The Fat Fat Club Aude Debout - The Fat Fat Club

Ai que delícia o novo livro do designer francês Aude Debout, ele imaginou como seria visto o mundo por pessoas gulosas que vem tudo metade gente metade cupcake, rs. Piadas à  parte, as imagens ficaram  incríveis, a junção de paisagens e pessoas com comida é tão bem composta e coesa que por um segundo quase esquecemos que são imagens separadas. Bon Appétit!

Continuar lendo

Fuga da Semana: Tour Eiffel

10 - TOUR EIFFEL“Alguns encantos são velhos, outros novos. Aquilo é uma nota musical, um violino. Isto é uma flor, não importa se faz sentido, é tão peculiar quanto você. Vejamos… isto é o trem que tomamos hoje. Isto é a Torre Eiffel, que você sempre quis ver. E isto é uma frigideira. E… este é um coração … o meu coração … ele é seu agora.” Antes que Termine o Dia, 2004

Continuar lendo