As pinturas de cunho político do artista americano Asad Faulwell

Les_Femmes_D_Alger_4_2011_48x36_small Les_Femmes_D_Alger_10_48x36_small

As pinturas do americano Asad Faulwell automaticamente nos remetem a tapeçarias do Oriente Médio ou, quiça, algum período marcante da estética indiana. Não obstante, uma pesquisa mais aguçada pode nos provar que sua arte está relaciona a acontecimentos políticos de um país, quem diria, africano: a Argélia.

O conjunto a seguir chama-se “Les Femmes D’Alger” e retrata combatentes do sexo feminino da Guerra de Independência da Argélia, que ocorreu entre 1954 e 1962. Essas mulheres foram à luta como agressoras e, ao mesmo tempo, como vítimas, tanto do exército francês, quanto do argelino, que as abusavam sexualmente.

Este tema já foi retratado sob o mesmo título por Pablo Picasso em 1955 e ele, por sua vez, se inspirou na pintura de Eugène Delacroix de 1834 para criar sua série. A diferença é que enquanto na série de Picasso essas mulheres são retratadas como objetos sexuais em uma cena orientalista, Asad as reinterpreta como santas / assassinas / vítimas / agressoras carregadas de ornamentos que aprofundam suas complexidades.

Les_Femmes_d_Alger_48x36_2010_small

Les_Femmes_D_Alger_27_40x30_inches_small Les_Femmes_D_Alger_24_84x72_2013_small Les_Femmes_D_Alger_9_48x36_2011_image Les_Femmes_D_Alger_26_40x30_inches_small Les_Femmes_D_Alger_11_84_x60_small Les_femmes_D_Alger_14_48x36_2011 Faulwell_6 Les_Femmes_D_Alger_17_48x36_2012_small

Para ver seu belo portfólio visite este link.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s