O litoral dinamarquês na viagem de moto do arquiteto Rasmus Hjortshøj

1c7a584fa1bce7241b194d7fd5b708d5 94da3f37954d02551cba68e88a101740

Às vezes você pode estar muito perto de lugares maravilhosos e talvez por comodidade, talvez por desconhecimento, não assume a responsabilidade de viver experiências inesquecíveis. Era isso que se passava com o arquiteto e fotógrafo dinamarquês Rasmus Hjortshøj: ele é de uma cidade ao extremo norte da Dinamarca chamada Skagen, entretanto, com a faca e o queijo na mão, nunca tinha feito uma viagem completa pela costa oeste do país. Essa situação deselegante teve fim na primavera passada, quando depois de cumprir algumas deadlines, ele decidiu pegar sua câmera, preparar sua mochila,  subir em uma moto e cair na estrada. Através de seu perfil no Behance, pedi a ele que me contasse mais sobre essa jornada, sua resposta foi tão bonita e completa que resolvi traduzi-la na íntegra a seguir. ;)

Eu sou atraído pela água, amo essas relações entre terra, mar e cidade que você encontra através da costa. Sempre tive a ideia de fotografar o litoral de diversos países, mas aí eu percebi que primeiro eu precisava registrar o litoral do meu próprio país antes de me aventurar em litorais estrangeiros. Então eu emprestei uma moto, coloquei a câmera e a escova de dentes na mochila e parti. Foi uma linda viagem, o clima foi severo mas as paisagens deslumbrantes e as enormes extensões de água fizeram valer a pena o frio e a umidade.

Eu parava sempre que eu via algo que acreditava valer a pena documentar, ás vezes em cima da moto, às vezes a pé. Eu queria capturar aquela luz difusa e fria  para que não houvesse discussão de que se tratava de uma fotografia na Dinamarca. Todos os dias estava chovendo, então de alguma forma isso tinha que transparecer nas imagens. O mar estava muito agitado e o som das ondas na praia era incrível.

No último dia, como eu tinha que estar em casa pela manhã, entrei em crise em relação ao tempo: tinha que decidir se eu esperava a luz natural ficar mais adequada onde eu estava, ou se seguia viagem para procurar outro lugar igualmente interessante. A maioria das vezes eu escolhi fazer os dois, o que resultou em um retorno  para casa molhado sob uma tempestade noturna –  não muito inteligente, mas definitivamente deu um sabor a mais à viagem. Não fui tão chato com relação a qualidade das imagens, a ideia era mais viajar, conhecer lugares e estar com o pé na estrada por uma semana. Uma viagem incrível.

1fb80c8748fc44628497ec1c8f118ac4 2fe248ad992de26f703c29e21129b158 3e6836bfbe5b8e570ebbe320da991b14 07e4b5b6bb9753f1e8db2c0060d4d62d 7c5b8dcfd74c66325ce2ea6584c39610 15b0140f7df995eb39d9929ec3cdf18c 20d2c874bc9c00ac77c64c9abcb8f260 37b6516f679656bd81e4038e8f6c55d1 536a7d36c73eb61140d9365407f87779 4722eeac0c843440a106f0670dafdb79 07108ade8cb24b215729e94397017b07 94543b53a0a8a1fb1b4e5038fd321673 446521a05bae62d72cf44da7b17e21bd 9628324e79a679ffe9dc288104f81ad1 ebbeb40fe1bba8569b39bf8ea5748621

Atualmente Rasmus trabalha como arquiteto na capital Copenhague e fotografa nas horas vagas. Como já percebemos pela sua fotografia de paisagem, ele tem um olho muito competente também para a fotografia arquitetônica. Veja mais trabalhos dele em seu portfólio online.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s