O hip-hop da espanhola Mala Rodríguez

Mala Rodríguez nasceu em Jerez da Fronteira, mas foi em Sevilha que a cantora espanhola cresceu e se envolveu com a cena hip-hop local. Filha de uma cabelereira, Mala diz que sua mãe e ela não chegaram a passar fome, mas também nunca deixaram de comer tudo que tinham no prato.

Continuar lendo

Menino de rua filipino conquista o mundo cantando Whitney Houston

Um menino de rua de Bukidnon, nas Filipinas, acaba de virar o último nome a conquistar a viralidade na internet. Observe como:

Roel Manlangit foi vítima da enchente que assolou recentemente o país e encontrou, ao participar de um pequeno concurso de calouros de sua cidade, uma fuga para a vida de pobreza que atinge a maior parte da população filipina. Sem desafinar ao cantar uma das músicas mais notoriamente difíceis da música, este garoto atualizou programas de televisão multi-milionários como X-Factor e American Idol sobre o poder da internet em reconhecer talentos legítimos.

Eslovênia entra na corrida para o Oscar 2013 com o filme “Viagem”

A Eslovênia selecionou “Izlet” (Viagem, em tradução livre) para ser seu representante no Oscar 2013. O filme conta a história de três amigos (um soldado prestes a ir para o Afeganistão, uma estudante que irá fazer intercâmbio e um ~gay~ que reclama de tudo) que saem em uma viagem de descobertas e aventuras, como toda viagem tem que ser. Confira o trailer com legendas em inglês.

A cantora indie Russian Red em Veneza

Lourdes Fernandés é uma linda linda linda jovem de 25 anos que sacudiu a comunidade indie espanhola em 2008 com seu debutante álbum “I love your glasses”, sendo até comparada com Cat Power e Joni Mitchel. (!)

Sob o pseudônimo de Russian Red, inspirado no nome da cor de esmalte Vermelho Rússia, risos, sámenina já tem dois albuns e é uma daquelas cantoras que prometeram, prometem e sempre irão prometer bons trabalhos #alanis. Além disso, seus videoclipes são feitos com alto padrão artístico, vale a pena ver todos.

No videoclipe de “Everyday, Everynight” lançado em março desse ano, Russian termina um relacionamento transbordando eufemismos, arruma as malas, e ~se joga~ pegar a gôndola das cinco, em Veneza. Um lugar onde o desafio não é fazer imagens bonitas, a cidade é uma eterna sensação de estar vivendo no século XV, mas ser original. O que Russian Red consegue.

Continuar lendo

As 11 mais fascinantes cidades-fantasma do mundo

São muitos os motivos que podem formar uma cidade-fantasma: desastres naturais ou causados pelo homem, aquecimento e esfriamento econômico em curto período de tempo, busca por fontes de energia ou pedras preciosas, guerras, entre outros. Veja as 11 mais fascinantes cidades-fantasma do mundo e conheça um pouco de suas histórias.

11. Kadykchan (Rússia) – Back to the USSR

Kadykchan (Rússia)

Continuar lendo